Alinhadores estéticos: por que usá-los em seu consultório odontológico

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter

Com o desenvolvimento da odontologia, os aparelhos ortodônticos ficaram mais modernos e discretos. No entanto, a dor e o desconforto causados pela pressão nos dentes e o extenso tempo de uso afastam muitos pacientes que necessitam do tratamento, mas fogem do consultório odontológico. Foi pensando em alcançar essas pessoas que os alinhadores estéticos foram criados.

Você sabe o que são alinhadores estéticos? Conhece as vantagens que eles proporcionam aos pacientes? Neste post, vamos saber mais sobre essa tecnologia e por que adotá-la em seu consultório odontológico. Confira:

O que são alinhadores estéticos?

Desde meados do século passado, muitos ortodontistas utilizavam posicionadores (moldes plásticos) para movimentar os dentes sem o uso de bráquetes e fios. Por isso, muitos profissionais criavam esses moldes em seus consultórios odontológicos tanto para pequenas alterações na arcada quanto como método de contenção pós-tratamento ortodôntico.

Os alinhadores estéticos são aparelhos ortodônticos móveis, transparentes (feitos com poliuretano) e moldados com a arcada dentária do paciente. Por isso, não são facilmente percebidos no uso cotidiano.

Eles não necessitam de fios e bráquetes, o que permite que o paciente o retire quando achar necessário. No entanto, para a eficácia do tratamento, é necessário utilizá-los por, pelo menos, 20 horas por dia. Cada alinhador movimenta os dentes entre 0,25 a 0,30 mm.

Para dar início ao tratamento, o ortodontista deve fazer uma moldagem digital de precisão e, logo depois, o escaneamento da arcada dentária. Essas informações serão digitalizadas e analisadas por um software, que fará um planejamento do aparelho.  Assim que o profissional aprová-lo, ele será enviado ao fabricante para confecção.

Com base nas imagens, o programa cria uma série de pequenas movimentações dentárias. A partir daí, são construídos modelos retratando fielmente a arcada dentária do paciente. Os alinhadores estéticos são construídos com base nesses projetos.

O aparelho é mais indicado para:

  • pacientes adultos, entre 30 e 45 anos, que não se sintam à vontade com os modelos convencionais;
  • preservação de espaços protéticos e/ou implantodônticos;
  • alinhamento dentário antes da reabilitação estética;
  • como dispositivo estético de contenção;
  • dentes muitos espaçados;
  • apinhamento moderado;
  • diastemas moderados;
  • maloclusões leves;
  • mordida cruzada;
  • sobremordida.

alinhadores estéticos e uma seringa sobrevoando uma mão

Quais as vantagens em utilizá-los no seu consultório odontológico?

Parecidos com moldeiras, os alinhadores são praticamente invisíveis no sorriso. No entanto, o paciente pode retirá-los para um evento ou prática de esportes mais intensos e agressivos. O importante é frisar o uso mínimo de 20h. Quanto mais utilizá-los, mais rápido o resultado será percebido.

O não uso de bráquetes traz muitas vantagens para os pacientes. Os alinhadores estéticos não afetam o esmalte, como acontece com as peças de metal ao serem coladas nos dentes. Além disso, não acumulam resíduos (pois o paciente os retira na hora das refeições, nem cortam gengivas e lábios.

A higienização é muito mais prática: basta retirá-los e limpá-los. Por fim, a escovação dos dentes pode ser feita de forma convencional, com escova de dentes comum, pasta e fio dental.

Os alinhadores também resolvem o problema ortodôntico em menos tempo: alguns pacientes deixam de usá-los em 18 meses, mas os resultados são visíveis entre seis meses e um ano. As consultas também são muito mais rápidas, já que os aparelhos não apresentam inúmeras estruturas.  É vantagem tanto para o paciente quanto para o ortodontista.

Outro benefício para o profissional é a previsibilidade: os modelos criados pelo software permitem tem uma visualização de como os aparelhos vão atuar durante determinado período. É possível até mesmo estimar a duração do tratamento.

A desvantagem é o preço: além de mais caros, os alinhadores estéticos devem ser trocados pelo mesmo ortodontista a cada 15 dias. No entanto, como o tratamento dura menos tempo, em longo prazo a despesa se mostra vantajosa.

Embora não haja contraindicações, os alinhadores estéticos podem não ter tanto êxito em algumas maloclusões. Nesse caso, a melhor solução é combinar esse tratamento a outros aparelhos ortodônticos ou terapias auxiliares, como mini-implantes e elásticos intermaxilares de ancoragem.

Como as novas tecnologias da odontologia digital ajudam na confecção de alinhadores estéticos?

A melhor tecnologia para a confecção dos aparelhos é o scanner intraoral, como o CAD/CAM (computer-aided design/computer-aided manufacturing). Ele permite fazer impressões 3D de toda a arcada dentária do paciente, principalmente por ter uma câmera de altíssima precisão.

Além disso, o dispositivo é conectado a um software. Todas as informações são passadas para o software e transformadas nos modelos digitais que citamos anteriormente. Assim que aprovados, os modelos criados são enviados para o fabricante, que vai construir os alinhadores com base neles.

O próprio CAD/CAM é responsável pela confecção dos alinhadores estéticos no poliuretano, já que a tecnologia é conectada a uma fresadora, que funciona como uma impressora 3D e esculpe o projeto em um bloco de material rígido.

O scanner intraoral é muito mais confortável para o paciente, pois não exige as moldagens convencionais, que são invasivas e podem até causar náuseas. Além disso, ele é feito rapidamente, as imagens são de altíssima qualidade (podem ser ampliadas em até 60 vezes), é eficiente e oferece o armazenamento e o envio das imagens virtualmente. As vantagens são grandes tanto para pacientes quanto para os profissionais envolvidos.

Muitas pessoas ainda têm medo dos aparelhos ortodônticos convencionais. Doloridos e desconfortáveis, eles também podem constranger pacientes mais velhos. Os alinhadores estéticos são discretos, mais confortáveis, higiênicos e oferecem resultados em curto prazo. Portanto, essa tecnologia é muito vantajosa para o seu consultório odontológico.

Gostou de saber mais sobre os alinhadores estéticos? Como você viu, a tecnologia de ponta é uma grande aliada na conquista de um sorriso bonito. Além da previsibilidade, ela permite que o paciente acompanhe e até opine nos resultados. Para saber mais sobre o assunto, veja como a odontologia digital pode melhorar o planejamento estético facial.

Conheça os 7 passos para a Odontologia Digital

TALVEZ VOCÊ GOSTE TAMBÉM

Deixe uma resposta

Fechar Menu
×
×

Carrinho

DENTISTA SUAS REQUISIÇÕES ACABARAM?

Preencha o formulário abaixo:

Dentista solicite uma visita

Um representante entrará em contato para agendar uma visita.