8 dicas para comprar materiais odontológicos

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter

Materiais odontológicos são essenciais para o funcionamento de sua clínica. Afinal, sem eles não há consulta. No entanto, não é qualquer item que deve ser comprado: o profissional deve prezar pela qualidade em todos os produtos e equipamentos do seu consultório.

Outro fator é que materiais odontológicos são caros, portanto você não deve privilegiar, essencialmente, o mais barato. O importante é escolher aquilo que ofereça ao seu consultório o melhor custo-benefício. Há também quem deixe para a secretária comprá-los, mas sem explicá-la sobre qualidade, quantidade, produtos que devem ser comprados e formas de pagamento.

Quando você compra com planejamento, os materiais odontológicos saem mais em conta, mas sem perder a qualidade. Quer saber como? Continue a leitura deste post:

Como comprar materiais odontológicos de qualidade e com segurança?

Veja como adquirir itens de Odontologia para seu consultório:

1. Faça orçamento com distribuidores

Bons distribuidores vendem materiais odontológicos com um bom desconto, dependendo da quantidade comprada. Você pode fazer orçamentos para itens diferentes e comprar de diversos fornecedores. Faça as contas e veja quais deles realmente oferece um bom preço. Nesse caso, não deixe de ter uma visão de longo prazo.

Logicamente, se você conseguir um bom abatimento em apenas uma loja, é ainda melhor.  Tudo virá no mesmo dia de entrega, o que pode facilitar o armazenamento e a recepção do material.

Um fator interessante em comprar com diferentes distribuidores é que você pode conferir quais deles entregam no prazo, oferecem materiais de qualidade e contam com um pós-venda bem-feito. A partir daí, fica mais fácil selecionar quais deles são de confiança.

O importante é que, no fim das contas, você consiga economizar sem comprometer a qualidade dos produtos.

2. Tenha um inventário organizado

Ter um estoque organizado é fundamental para o funcionamento do consultório. Mas para que isso aconteça, você precisa contar com um inventário, a relação na qual registra-se tudo o que está armazenado. Um arquivo online é mais fácil de atualizar sempre que um item entrar ou sair. Isso é extremamente importante, já que alguns produtos odontológicos (algodão, por exemplo) entram e saem de estoque constantemente ou tem baixo prazo de validade (resina).

Um inventário desorganizado pode fazer com que você adquira determinados produtos que já constam no seu estoque e se esqueça de outros que estão em falta. Toda vez que um item entrar ou sair, o arquivo deve ser atualizado.

3. Online x físico

Muitos profissionais preferem comprar em lojas físicas próximas do consultório ou na região. Embora pareça mais cômodo, pode dar prejuízo em curto prazo. As dentais online trazem descontos e preços tão competitivos que dificilmente você vá encontrar algo parecido em uma loja física.

Outras vantagens que as dentais online proporcionam é a facilidade no pagamento. Muitas delas permitem pagamentos com dois cartões, parcelamento em várias vezes sem juros, PayPal, PagSeguro e muito mais. Além de não haver a necessidade de buscar as compras, dependendo do valor gasto, o frete pode ser grátis.

4. Verifique a autenticidade do produto

Como já dissemos, qualidade é fundamental. Portanto, tome cuidado caso os preços estejam muito abaixo do praticado por ai. É bem provável que os produtos odontológicos vendidos pela loja sejam falsificados. Antes de comprar, pergunte sobre a originalidade do produto e, assim que ele chegar, confira se as informações batem com as de um original.

Produtos odontológicos mais caros devem ter garantia e prazo de troca ou devolução.

5. Faça uma lista

Antes de tudo, é importante fazer uma lista de materiais odontológicos que estejam em falta no estoque ou que você queira orçar. Na hora da compra, atenha-se apenas aos itens listados.

Quando você vai comprar em lojas físicas, por exemplo, é comum que os vendedores ofereçam outros produtos complementares. Isso porque grande parte dos odontologistas não faz uma lista de compras (e, é claro, vendedores ganham por comissão). Nas lojas online, isso também pode acontecer: os sites mostram materiais odontológicos relacionados e dão descontos na compra de mais um tipo de produto.

Embora seja tentador, compre apenas o que está na lista. Adquirir itens desnecessários pode comprometer o orçamento do consultório, além de causar acúmulo de materiais odontológicos em ambientes pequenos. Evite.

6. Observe a validade dos produtos

Registrar a validade de cada item é essencial para evitar desperdício e manter a higiene do consultório. Nesse caso, contar com um local online para arquivamento dessas informações (de preferência, um software específico para estoque ou um sistema de gestão) é fundamental.

A visualização é simples, portanto é mais fácil de encontrar cada item listado. Além disso, depois de registrar o prazo de uso de todos os produtos odontológicos que entram na empresa, o programa atualiza o status automaticamente.

7. Use um sistema de gestão

Embora as planilhas sejam muito utilizadas, grande parte delas precisa ser atualizada manualmente. Além disso, quando o consultório odontológico começa a se expandir, esse tipo de arquivo se torna limitado.

Um sistema de gestão oferece muito mais recursos tanto para clínicas pequenas quanto para as grandes. Além da gestão de estoque, ele permite outras funcionalidades muito interessantes para o funcionamento de um consultório:

  • prontuário eletrônico completo, com histórico do paciente, imagens e outros documentos;

  • emissão de orçamentos, receituários e atestados;

  • envio automático de lembretes aos pacientes;

  • emissão de boleto integrada ao sistema;

  • controle financeiro da clínica;

  • controle de comissões;

  • controle de retornos.

Procure por um sistema que seja fácil de manejar, ofereça funcionalidades essenciais para a clínica e tenha um bom custo-benefício.

8. Procure por programas de pontos

O mercado de produtos para Odontologia cresceu bastante. Hoje, inúmeras empresas oferecem materiais odontológicos, o que facilita a negociação para um preço mais em conta. Para trazer um diferencial entre a concorrência, há fornecedores que trabalham com um sistema de pontos.

Funciona assim: você faz uma determinada compra e acumula pontos. Quanto mais alto for o valor, mais pontos você consegue. Quando você acumular uma determinada quantia, ela será convertida em descontos nas próximas compras.

Dependendo do desconto e do valor cobrado pelos materiais odontológicos, pode ser uma forma inteligente de economizar em longo prazo.

Pronto para comprar novos materiais odontológicos? Tem alguma sugestão? Deixe seu comentário no post!

Conheça os 7 passos para a Odontologia Digital

TALVEZ VOCÊ GOSTE TAMBÉM

Deixe uma resposta

Fechar Menu
×
×

Carrinho

DENTISTA SUAS REQUISIÇÕES ACABARAM?

Preencha o formulário abaixo:

Dentista solicite uma visita

Um representante entrará em contato para agendar uma visita.