Mercado de odontologia: confira os números do setor que mais cresce

O mercado de odontologia só tem o que comemorar, pois está em franca expansão. E alguns segmentos apresentam números ainda mais positivos e animadores em relação ao futuro — como é o caso das franquias de odontologia. Mas qual será a fórmula para esse crescimento? Isso é o que você entenderá neste post. Também conhecerá os vários tipos de investimento e quais as franquias que mais crescem no Brasil.

Os (animadores) números do mercado de odontologia

Segundo o Conselho Federal de Odontologia (CFO), o segmento de odontologia é um dos que mais se destaca. Para se ter uma ideia, nos últimos anos, o faturamento foi de mais de R$ 38 bilhões. Há dez anos, o mercado de odontologia se destaca por ser o único com superávit na balança comercial, além de ocupar a privilegiada 4° posição no ranking de higiene bucal mundial.

Isso porque, o número de pessoas que se preocupa com a saúde bucal aumentou exponencialmente. Uma pesquisa do CFO mostrou que nove a cada dez brasileiros acreditam ser muito importante ir ao dentista com regularidade e 72% vão ao menos anualmente.

O setor de franquias é um segmento que vem crescendo amplamente. Hoje já somam mais de 1000 unidades distribuídas em mais de 20 redes, as quais atendem mais de 5 mil cirurgiões-dentistas, produzindo, no total, um expressivo faturamento de mais de R$50 milhões por mês.

De acordo com o estudo Percepções Latino-Americanas sobre Perda de Dentes e Autoconfiança, idealizado pela Edelman Insights, a perda de dentes é o segundo fator mais prejudicial à qualidade de vida de indivíduos entre 45 e 70 anos.

Já segundo a ABIMO (Associação Brasileira da Indústria Médica, Odontológica e Hospitalar) aproximadamente 2,4 milhões próteses dentárias e 800 mil implantes são implantadas todo o país. Quanto à ortodontia, 12 milhões de brasileiros consultam um dentista para corrigir a posição dos dentes na arcada dentária.

O setor de franquias de odontologia é um segmento do mercado de odontologia que só cresce, despontando como um dos que mais crescem na lista de novas franquias. Atualmente, já são mais de 1000 unidades franqueadas compreendias em mais de 20 redes, atendendo mais de 5 mil cirurgiões-dentistas, gerando um expressivo faturamento de mais de R$50 milhões mensais.

A Pesquisa Trimestral de Desempenho do setor realizada pela ABF (Associação Brasileira de Franchising), no primeiro trimestre de 2018 o segmento de franquias cresceu de 5,1% em relação ao mesmo período do ano anterior. O faturamento saltou de R$ 36,890 bi para R$ 38,762 bi, representando um crescimento de 7%.

Os Indicadores Tomaz De Desempenho Em Odontologia Brasil 2018 mostram números realmente animadores. Confira!

  • O cirurgião-dentista faz em média 0,9 procedimentos por hora.
  • O paciente demora 24 dias para terminar o tratamento.
  • Roraima é o estado do Brasil com menos dentistas.
  • 43% dos dentistas brasileiros trabalham sozinhos.
  • A quantidade média de novos clientes é de14.
  • A média de inadimplência é de (apenas) 5%.
  • A média de faltas no Brasil é de 15%.

Um outro número é curioso e impressiona:

Segundo a Revista Mercado em Foco – ACIL, somente 5% da população busca um dentista espontaneamente, ou seja 95% precisa passar por uma consulta,  mas fica em casa postergando a ida. Isso mostra que, quem souber como atingir essa população, tem grandes chances de obter muito sucesso no mercado.

Motivos para o mercado de odontologia estar em franca expansão

Baixa inadimplência

A taxa de inadimplência por parte dos pacientes (clientes) é bem baixa, o que gera não apenas um bom retorno como representa um investimento seguro na carreira de odontologia. Como citamos anteriormente, esse número é de 5% — sendo que a região Sudeste é a que possui a maior taxa de clientes com vencimentos a pagar (cerca de 8%).

Mercado de odontologia

A preocupação com a saúde bucal aumentou

O Ministério da Saúde realizou a Pesquisa Nacional de Saúde Bucal, a qual aponta que o brasileiro tem se preocupado mais com a saúde dos seus dentes. Como já diz um ditado que se torna mais popular a cada dia, “a saúde começa, realmente, pela boca”, e a população do País já se deu conta disso e isso é extremamente positivo para o mercado de odontologia.

O estudo mostrou queda acentuada nas cáries dentárias em todas as idades. Ainda segundo a pesquisa, a procura por tratamento dentário aumentou 30%.

O Brasil é, atualmente, tido como um dos destaques no tratamento dentário em âmbito mundial, segundo uma pesquisa do IBGE. Tais números impulsionam o mercado de odontologia, gerando mais oportunidades para quem deseja empreender no setor.

A boa notícia é que, mesmo com esse crescimento exponencial, a estimativa é de que cerca de 50% dos brasileiros precisam de tratamento dentário. Esse fator deixa os profissionais otimistas com a expansão do mercado.

Serviço público ineficiente

O governo não tem meios de arcar com um serviço de saúde de qualidade à toda população, e esse alcance é ainda menor na odontologia.

Essa é uma oportunidade para odontólogos atenderem a essa demanda podendo absorver uma população que não tem condições de arcar com tratamentos de alto custo. O atendimento a preços populares gera lucro porque absorve um grande número de pessoas, ou seja, fatura pela quantidade de pacientes atendidos, sobretudo se focar nos serviços mais básicos.

Popularização dos planos odontológicos

A popularização de planos dentários é outro fator que interfere diretamente no crescimento do mercado de odontologia. Tal serviço se tornou comum como benefício para funcionários em diversas empresas.

De acordo com o Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS), cresce o número de brasileiros com planos odontológicos, ultrapassando os 22 milhões de beneficiários em 2016, representando um crescimento de 2,4%.

Isso tudo porque as pessoas se preocupam mais com saúde bucal (e com a beleza do sorriso), pois a busca pela autoestima aumenta em todas as classes sociais. A facilidade do parcelamento nos tratamentos também atraiu mais pacientes para os consultórios.

Ainda de acordo com o mesmo instituto,  entre 2016 a 2017 enquanto os planos médicos perderam mais de 900 mil beneficiários os planos exclusivamente odontológicos conquistaram quase 2 milhões de novos associados. Esses planos cresceram 8,5% e já registram 22,5 milhões de usuários.

Crescimento das franquias odontológicas

Outro setor que cresceu no Brasil é o de franquias odontológicas, popularizando-as ainda mais no país. Para se ter uma ideia, no primeiro trimestre de 2018, o crescimento no faturamento foi de 9%, comparando-se com o ano anterior.

As franquias oferecem inúmeras vantagens para os dentistas empreendedores, entre elas, destacam-se:

  • custos menores para operação do consultório;
  • apoio na abertura do negócio;
  • auxílio na gestão.

Sem dúvida alguma, o franchising tem enormes chances de trazer um grande retorno sobre o investimento inicial e tem potencial de crescer ainda mais nos próximos anos. Ou seja, franquia é o futuro do mercado odontológico.

Provas do crescimento das franquias odontológicas no mercado de odontologia

Aumento das unidades franqueadas

Uma das provas do crescimento das franquias é o aumento do número de unidades de franquias odontológicas no mercado de odontologia. Segundo a ABF, há quase 40 redes franqueadoras  espalhadas pelo Brasil, ou seja, representa mais de uma por estado.

Aumento do alcance

Por muito tempo, os serviços odontológios eram inacessíveis para grande parte da população, dificultado a abrangência desse atendimento. O aumento do alcance dos serviços odontológicos é outro fator que explica o crescimento das franquias odontológicas.

Gestão descomplicada

Já se apoiar em uma marca reconhecida e com um plano de negócios consolidado, as possibilidades de sucesso aumentam drasticamente, sendo um pontapé inicial na carreira empreendedora do dentista.

Tipos de investimento no mercado de odontologia

Agora vamos conhecer alguns dos mais promissores investimentos na área. Alguns podem pensar que o mercado de trabalho para dentista está saturado. Contudo, se pensarmos nas várias modalidades de atuação, as possibilidades são vastas e — para quem se especializa e se dedica com afinco — não falta oportunidade.

Setores tradicionais

Existe possibilidade de investir em sindicatos, serviço público (prefeituras), clinicas de planos odontológicos, em consultórios particulares como autônomo e, finalmente, abrir a própria clínica ou franquia no ramo da odontologia.

Os tipos de investimento mais atuais e que estão despertando a atenção do profissional dentista que pensa em mudar de área ou o recém-formado estão abaixo.

Harmonização Orofacial (HOF)

Este é um ramo bastante rentável e com clientes constantes por uma razão: envolve estética facial.

Mas tem mais… a HOF ainda atua para fins funcionais, ainda que seja com ação paliativa em certos casos enquanto a causa é tratada. Porém, o que mais se destaca é a HOF estética.

A Harmonização Orofacial foi incluída nas atividades do dentista quando houve um crescimento dos cursos na área. A HOF compreende

  • microagulhamento;
  • rinomodelação;
  • lipo de papada;
  • botox.

Franquias Odontológicas

Tais benefícios vêm despertando o interesse de dentistas e investidores do ramo para as franquias odontológicas. Uma maneira mais rápida, simples fácil de montar sua franquia nos vários ramos da odontologia, inclusive na franquia de radiologia odontológica, é contar com o apoio total de uma marca (franqueadora) já consolidada no mercado de odontologia.

Uma excelente opção para quem quer crescer e aumentar suas chances de sucesso é transformar sua clínica particular em uma franquia odontológica. Essa conversão pode fazer sua vida de empreendedor deslanchar.

E não há como negar, o setor odontológico apresenta vários desafios. O Brasil tem o maior número de dentistas do mundo, um ambiente de negócios acirrado, nem sempre fácil competir com clínicas bem estabelecidas.

Para complicar — como qualquer empreendedor — o odontólogo que deseja empreender precisará ter bom conecimento de gestão, investir em planejamento de marketing e em capacitação para entrar no mundo dos negócios. Nesse contexto, converter uma clínica particular em uma franquia é um excelente negócio para o mercado de odontologia.

Nós já mostramos detalhadamente as vantagens de montar uma franquia odontológica (ou converter a sua clínica em uma). Abaixo, daremos uma relembrada nas principais.

  • Maior capacidade de captação de pacientes.
  • Eventos exclusivos e networking.
  • Reconhecimento no mercado.
  • Informatização de processos.
  • Treinamentos e xapacitação.
  • Velocidade de expansão.
  • Propaganda e marketing.
  • Potencial de inovação.
  • Redução de riscos.
  • Suporte na gestão.
  • Apoio jurídico.
  • Inovação.

Agora que você já conhece mais sobre o mercado de odontologia, conheça a franquia DVI Radiologia — clínica especializada em realizar diagnóstico por imagem em odontologia, 100% digital, que, inclusive, é pioneira no interior de São Paulo na área de tomografia computadorizada para odontologia.

Gostou dessa matéria? Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhe no Facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhe no Twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhe no Linkdin
Compartilhar no pinterest
Compartilhe no Pinterest

Deixe um comentário

Fechar Menu

Dentista solicite uma visita

Um representante entrará em contato para agendar uma visita.

DENTISTA SUAS REQUISIÇÕES ACABARAM?

Preencha o formulário abaixo: