O que é um fluxo digital na Radiologia?

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter

A radiologia tradicional foi usada por décadas pela Odontologia — aliás, foi testada 20 dias após o anúncio. No entanto, a revelação das imagens radiográficas e todo o andamento de trabalho eram bem mais lentos. Com o avanço da tecnologia e o escaneamento de exames, hoje podemos ter um fluxo digital na radiologia, que permite uma otimização muito melhor de todos os processos.

Você sabia que o fluxo digital na Radiologia permite até a visualização extremamente precisa do resultado de um tratamento? Essa é uma das vantagens desse tipo de trabalho. Embora alguns dentistas vejam a modernização dos exames como um custo desnecessário, ela traz muitos avanços aos consultórios — tanto de trabalho quanto no número de clientes.

Neste texto, você vai descobrir o que é fluxo digital na Radiologia e quais os benefícios que ele pode proporcionar ao seu consultório. Confira:

O que é fluxo digital na Radiologia?

É o planejamento e a confecção de próteses dentárias usando equipamentos digitais. Todo o processo pode ser feito digitalmente, o que permite até a participação do paciente durante o desenvolvimento. 

Antigamente, todo o processo de um tratamento que incluía a criação de próteses, como o planejamento, era feito com modelos físicos. O odontologista usava uma moldeira com alginato para conseguir o molde (reprodução em negativo) da arcada dentária do paciente. Quando preenchido com gesso, tornava-se o modelo utilizado para a criação de próteses dentárias. 

Embora esse trabalho ainda seja adotado por muitas clínicas odontológicas, hoje o fluxo digital permite que ele seja feito com muito mais agilidade, economia e precisa. Isso porque, em vez de tirar um molde do paciente, cria-se um modelo 3D virtual com todas as característica dele.

Conheça os equipamentos que permitem essa agilidade no tratamento.

CAD/CAM

É a abreviatura de computer aided design (desenho assistido por computador)/computer aided manufacturing (manufatura assistida por computador). Essa tecnologia é um composto de scanner intraoral com computador e fresagem, tudo em um mesmo aparelho. 

Nele, você consegue obter as imagens do paciente, criar um modelo 3D e enviar o comando para sua confecção em um bloco de material firme.

Como o CAD/CAM funciona?

O scanner intraoral capta imagens da arcada do paciente que podem ser aumentadas em até 60 vezes. Essas imagens servirão de base para a criação de um modelo digital feito em software (a tecnologia CAD). Assim que concluído, esse modelo vai se tornar um arquivo CAD, que logo será importado pelo software CAM.

O programa auxilia a comunicação do computador com ferramentas de manufatura. Portanto, será responsável por enviar à fresadeira o comando de produção da prótese. O equipamento começará a moldá-la em um material rígido — na maioria das vezes, resina.

Vale ressaltar que, embora sejam muito utilizados em conjunto, o CAD é um processo independente do CAM. Isso significa que o odontologista pode solicitar ao laboratório de Radiologia a captação de imagens e criação de modelos digitais sem, necessariamente, precisar confeccioná-los na hora. 

E a tradicional moldagem em resina? Não será necessária. Todo o trabalho é feito usando apenas as imagens captadas pelo scanner intraoral.

DSD

Digital Smile Design é o software utilizado para planejar virtualmente um tratamento e desenhar o resultado. Por sua precisão, foi responsável por revolucionar a odontologia estética. 

O mais interessante é que o DSD permite que o profissional trabalhe em conjunto com o paciente, e todos os envolvidos (equipe mutidisciplinar e especialista responsável pela criação da prótese). Portanto, o resultado do trabalho será muito mais preciso: ele vai de acordo com o que a arcada dentária permite e com aquilo que o paciente deseja para seu sorriso.

Além disso, a comunicação entre os profissionais envolvidos pode ser feita apenas virtualmente, já que o software auxilia no fluxo de informações. 

Outra vantagem é que o DSD fez com que a estética tivesse a mesma importância que outros fatores, como a adaptação e o tamanho da prótese. Afinal, por mais que o objeto construído seja adequado ao paciente, de nada vai adiantar se não proporcionar um sorriso agradável. 

Tomografia computadorizada cone beam

Também responsável por revolucionar a radiografia odontológica, a tomografia de feixe cônico é um método rápido, seguro e eficaz para criar objetos tridimensionais usando como base radiografias do paciente.

O feixe sai do aparelho e dá um giro de 360º com o receptor de imagens, em formato cônico — por isso o nome da tecnologia. Em segundos, múltiplas projeções são captadas pelo aparelho. Com elas, o profissional obtém as informações necessárias para a criação de um modelo em 3D do paciente.

Além disso, também é possível obter reconstruções panorâmicas, cefalométricas e em 3D. 

As imagens podem ser arquivadas e compartilhadas na nuvem, sem necessidade de impressões.

Quais as vantagens do fluxo digital na Radiologia?

Rapidez, precisão e segurança são algumas das vantagens que a digitalização do fluxo de trabalho permite. Conheça amais algumas:

  • rapidez: o CAD/CAM permite que todos os processo de confecção de uma prótese possam ser feitos em apenas um dia;
  • precisão: todo o fluxo digital é feito em imagens obtidas via scanner intraoral, sem distorções que interfiram a precisão do modelo confeccionado;
  • sustentabilidade: durante a confecção dos modelos digitais, você não utiliza elementos ou metais pesados que serão jogados fora rapidamente ou possam ser prejudiciais ao meio ambiente;
  • segurança: a exposição aos raios-X é muito menor (tanto para o profissional quanto para o paciente) quando você adota o fluxo digital na Radiologia;
  • planejamento: todo o trabalho pode ser planejado virtualmente;
  • estética: o fluxo digital na Radiologia permite que você trabalhe a estética em conjunto com a estrutura e a adaptação da prótese;
  • economia: menos gastos com moldeiras, alginato, gesso e outros aparatos.

Entendeu como o fluxo digital na Radiologia é capaz de modernizar seu consultório? Se você quer entender mais sobre Odontologia e o importante papel da Radiologia nessa área, assine a newsletter da DVI Radiologia!

Seja um Dentista Parceiro!

TALVEZ VOCÊ GOSTE TAMBÉM

Deixe uma resposta