Radiografia Digital: uma nova era na Radiologia Dentária

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter

Desde a descoberta dos raios-X, em 1895, a radiografia revolucionou a forma como a Odontologia funciona. Seus exames permitiram desde o diagnóstico até o desenvolvimento de tratamentos e próteses. Mais de um século depois, ela continua revolucionando: hoje, a radiografia digital tem transformado a rotina dos consultórios — e pode transformar também a sua.

Você já cogitou utilizar radiografia digital no seu consultório? Neste post, vamos explicar melhor o que é essa tecnologia e as vantagens que ela traz para a rotina odontológica. Confira:

O que é radiografia digital?

É a imagem radiográfica que pode ser formada ou compartilhada por meios digitais, como o computador, o tablet e o celular. Esse material também pode ser armazenado em nuvem, poupando espaço nos seus arquivos e criando um histórico virtual do paciente.

Existem 3 formas de radiografia digital:

Indireta

Também chamada de radiografia computadorizada (CR), a radiografia indireta foi implementada em 1981 pela Fuji. Nesse caso, a radiografia é obtida pela forma de maneira analógica e, depois, digitalizada por um scanner ou fotografia.

Aqui, o chassi com filme radiográfico é substituído por uma placa de fósforo. Depois que os raios-X incidem para a obtenção da imagem, ela passará pela digitalização (geralmente por um scanner). Imediatamente essa imagem vai aparecer na tela do computador interligado ao digitalizador, onde sofrerá modificações quanto ao contraste, brilho e tamanho, por exemplo.

Direta

Já a radiografia digital direta (DR) apareceu no final da década de 1990 e é totalmente digital. Aqui, não há necessidade de chassis; as imagens são obtidas por meio de uma placa de circuitos sensíveis à radiação, que logo envia o material para o computador.

A DR elimina por completo a necessidade de revelar imagens radiográficas. No máximo, o profissional fará uma impressão para o paciente, mas todo o histórico pode ser digital.

radiografia digital

Sistema PACS

O Picture Archiving and Communication System ou Sistema de Comunicação e Arquivamento de Imagens (PACS) é uma tecnologia que permite o armazenamento e organização de imagens dos pacientes, além de facilitar a comunicação dos setores de hospitais e clínicas.

A grande vantagem na Odontologia é a possibilidade de armazenar todas as radiografias digitais sem ter que imprimi-las para ter um histórico do paciente. Tudo ficará à disposição, fácil de encontrar, durante todo o tratamento.

Quais mudanças a radiografia digital proporcionou?

A radiologia digital trouxe diversas vantagens para o dia a dia de uma clínica odontológica. Veja:

Precisão

As imagens digitais são muito mais nítidas. Para se ter uma ideia, o CAD/CAM (computer aided-design/computer-aided manufacturing), sistema que une design e confecção de prótese, escaneia totalmente a arcada dentária do pacientes. É possível ampliá-las em até 60 vezes.

Sustentabilidade

Não há necessidade de revelação. Consequentemente, há menos arquivos lotando salas e que, depois da digitalização, serão jogados fora. Outro detalhe é que os agentes utilizados para a revelação são altamente poluentes, principalmente a prata no contato com o solo.

Otimização

Os procedimentos são muito mais rápidos e podem ser entregues no mesmo dia, dependendo da complexidade. Além disso, a fácil comunicação entre odontologistas e profissionais de Radiologia permite o esclarecimento quase instantâneo de dúvidas.

Conforto

Outra vantagem da radiografia digital que afeta diretamente o paciente: não há necessidade de criar moldagens físicas. Com isso, o paciente não precisa colocar a moldeira para criar um projeto e, a partir dele, desenvolver uma prótese.

Previsibilidade

A alta precisão permite a criação de projetos e modelos mais condizentes com a realidade da arcada dentária do paciente. Com isso, é possível ter um alto grau de previsibilidade dos futuros resultados.

Saúde

A radiografia digital exige muito menos exposição aos raios-X tanto do paciente quanto dos profissionais. Isso ocorre porque seus receptores são muito sensíveis à radiação. Em segundos, é possível obter todas as imagens desejadas e, como a precisão é maior, não há necessidade de retrabalhos.

Outra vantagem é que o profissional não terá contato com substâncias para a revelação da imagem, que costumam ser tóxicas.

Quais as desvantagens do exame?

Como qualquer tecnologia, a radiologia digital apresenta seus prós e contras. No entanto, as desvantagens são poucas e podem ser facilmente contornadas. Veja

Contaminação cruzada

Enquanto na radiografia odontológica convencional os filmes são utilizados uma única vez e por um único paciente, na digital os receptores são utilizados diversas vezes e não podem ser esterilizados por um autoclave. Com isso, há um maior risco de contaminação cruzada, ou seja, transmissão de patologias entre o paciente e a equipe odontológica.

Para que isso não ocorra, a clínica deve adotar um rigoroso protocolo de biossegurança, mas o mais importante é a adoção de barreiras plásticas impermeáveis nos receptores, que devem ser trocadas a cada paciente

Investimento

Equipamentos digitais são caros e exigem um bom espaço para alocá-los. Para clínicas no geral, principalmente iniciantes, é um alto investimento financeiro. No entanto, esses problemas podem ser resolvidos com a terceirização do serviço para uma clínica de radiologia digital.

Além de todos os benefícios que a radiologia digital pode proporcionar ao seu consultório, veja como a terceirização dos exames de radiografia digital facilita ainda mais:

  • economia financeira: não há necessidade de investir em equipamentos e numa equipe capacitada em radiologia;
  • economia de espaço: os equipamentos demandam uma ou mais salas exclusivas para a radiologia digital;
  • equipe capacitada à disposição;
  • opiniões de outros especialistas sobre o caso;
  • protocolo rígido de biossegurança para evitar contaminações cruzadas.

Como visto, a radiografia digital surgiu no início da década de 1980 e possibilitou uma revolução no modo em que a radiologia era feita. No entanto, a radiologia direta permitiu uma melhoria ainda maior, eliminando a necessidade de impressões na Odontologia. Embora a aquisição de equipamentos exija alto investimento, terceirizar o serviço possibilita seu uso com alto custo-benefício, além do intercâmbio de ideias com especialistas em Radiologia Odontológica.

Você percebeu como a adoção da radiografia digital vai facilitar o dia a dia no seu consultório? Para mais conteúdos sobre Odontologia e Radiologia Digital, assine a newsletter da DVI Radiologia.

Conheça os 7 passos para a Odontologia Digital

TALVEZ VOCÊ GOSTE TAMBÉM

Deixe uma resposta

Fechar Menu
×
×

Carrinho

DENTISTA SUAS REQUISIÇÕES ACABARAM?

Preencha o formulário abaixo:

Dentista solicite uma visita

Um representante entrará em contato para agendar uma visita.