Dentes sensíveis: saiba o que é e o que fazer

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter

Só quem já sofreu com dentes sensíveis sabe o quanto isso é incômodo. Não é possível tomar um sorvete, beber café ou qualquer alimento que seja muito quente ou frio sem sentir muita dor. 

Se você já passou por situações como essa, os seus dentes podem estar com muita sensibilidade e uma visita ao dentista pode ser necessária. A seguir, esclarecemos as principais dúvidas sobre o tema. Confira!

O que são dentes sensíveis?

A sensibilidade nos dentes ocorre quando a dentina, a parte mais macia e interna do dente, fica exposta. Isso geralmente acontece por conta da retração gengival, ou seja, quando a gengiva se retrai e deixa de cobrir boa parte da dentição.

A dentina é ligada ao centro do dente por meio de milhares de canais microscópicos que, se ficarem expostos, podem transmitir estímulos aos nervos dos dentes. É por isso que as pessoas com sensibilidade sentem uma dor aguda sempre que consomem um alimento quente ou gelado.

Quais são os sintomas desse problema?

Os sintomas dos dentes sensíveis são justamente a dor sentida quando se consome algum tipo de alimento. 

Geralmente essa dor é intensa, mas rápida. Você sente como se algo tivesse penetrado no seu dente e logo retirado. Apesar disso, a sensação é bastante incômoda e pode gerar inconvenientes, até mesmo para a vida social das pessoas.

Quais são as causas que deixam os dentes sensíveis?

Na maioria dos casos, os dentes ficam sensíveis por conta da retração gengival, conforme explicamos. A gengiva se retrai por diversos motivos, sendo que um deles é o avanço da idade, já que as pessoas tendem a perder sulco, conforme ficam mais velhas.

Além disso, a retração também costuma acontecer quando as pessoas  escovam os dentes de maneira muito bruta ou com escova dura, que acaba machucando a gengiva. Se não se tem o hábito de usar o fio dental, o problema tende a se agravar.

A retração gengival, no entanto, não é o único fator que pode deixar os dentes sensíveis. Existem outras possíveis causas para a doença. As principais delas são:

  • consumo exagerado de bebidas muito ácidas, como os refrigerantes;
  • acidez do pH da boca, por conta de dietas muito restritivas;
  • uso de creme dental muito abrasivo;
  • quadros avançados de gengivite;
  • dente lascado ou fraturado;
  • refluxo gastroesofágico; e
  • bruxismo.

Somente o dentista é capaz de fazer um exame mais aprofundado e identificar a real causa dos dentes sensíveis de um paciente. Isso é importante para que o tratamento adequado seja feito.

O dentista também consegue examinar se você realmente está apenas com os dentes sensíveis ou se desenvolveu uma cárie. Muitas vezes os sintomas são parecidos e o paciente pode confundir. 

O exame é feito por meio de alguns estímulos térmicos e mecânicos, além de perguntas sobre o histórico do paciente.

O que fazer para evitar que isso aconteça?

Para evitar os dentes sensíveis, é recomendado que você tenha cuidado ao escolher a escova que utiliza para fazer a higienização bucal. Sempre opte pelas que têm mais cerdas e são macias.

Também evite o consumo exagerado de bebidas ácidas, como os refrigerantes, isotônicos, energéticos e sucos de frutas como a laranja e o abacaxi. Usar um canudo para beber esses líquidos também é uma boa ideia, já que assim eles entram menos em contato com os dentes.

Temperar a salada com vinagre também pode fazer com que a sensibilidade ocorra. Evite esse tempero todos os dias da semana, variando com opções como apenas o sal e o azeite.

Quando é preciso procurar um dentista?

dentes-sensíveis

Sempre que você começar a sentir os dentes sensíveis, convém agendar um horário com o seu dentista. Afinal, quanto antes o problema for diagnosticado, maiores são as chances dos tratamentos darem certo.

Se você for deixando para depois, pode fazer com que a sensibilidade aumente ainda mais, já que não será tratada. Os incômodos podem se tornar ainda maiores com o tempo e o quadro evoluir para uma inflamação grave. Nesses casos, o tratamento de canal é a única solução para o problema.

Quais são as recomendações para reduzir a sensibilidade?

Somente o dentista pode avaliar o seu caso e indicar os melhores tratamentos para você. Algumas opções podem ser feitas em consultório e outras em casa, pelo próprio paciente. 

Veja algumas opções de tratamentos feitos em consultório, pelo dentista:

  • uso de laser terapêutico;
  • restaurações nas áreas expostas;
  • profilaxia dental para evitar que a gengiva se retraia mais;
  • aplicação de flúor e verniz nas áreas expostas para mineralizar a dentina; e
  • aplicação de géis em moldeiras, com alta concentração de flúor na dentina.

Confira os tratamentos caseiros. Lembre-se de que eles demandam orientação profissional:

  • correta escovação e higienização;
  • uso de cremes dentais terapêuticos; e
  • uso de enxaguante bucal com flúor ou outras substâncias.

Compreendido sobre o que são e como tratar os dentes sensíveis? Lembre-se de sempre consultar o dentista, logo que começar a apresentar os sintomas. Ninguém precisa passar pela dor e esse problema tem solução. Logo, não espere ele se agravar!

Gostou do artigo? Então não deixe de também nos acompanhar nas redes sociais! Estamos no Instagram, no Facebook, no LinkedIn e no YouTube.

Seja um Dentista Parceiro!

TALVEZ VOCÊ GOSTE TAMBÉM

Este post tem um comentário

Deixe uma resposta