Aparelho autoligado: tudo o que você precisa saber

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter

Dizem que o sorriso de um cidadão é o seu melhor cartão de visitas! Ter dentes bonitos e alinhados dá um aspecto muito mais bonito e saudável para as pessoas, fazendo com que elas tenham mais autoestima e também sejam percebidas pelas demais. O aparelho autoligado pode ajudar, nesse sentido.

Sem dúvida, o alinhamento no sorriso é um dos tratamentos mais procurados pelos pacientes nos consultórios dos dentistas. São diversas as técnicas que podem ser utilizadas para conseguir esse resultado. E, uma das mais eficientes, é o aparelho autoligado. 

Na sequência, vamos esclarecer as principais dúvidas que os pacientes têm sobre aparelho autoligado. Está pensando em fazer esse tratamento? Então é só seguir a leitura e descobrir se essa opção é viável para você!

O que é o aparelho autoligado?

O aparelho autoligado é uma opção de tratamento para correção dentária com equipamento fixo. Ele dispensa o uso daquelas borrachinhas coloridas, que são comuns de ver nos dentes de quem está fazendo um alinhamento.

No aparelho autoligado, as borrachinhas são substituídas por um sofisticado sistema de encaixe entre os braquetes e o fio metálico.

Esse mecanismo é bem parecido com o que vimos nas portas deslizantes, que são abertas e fechadas com um simples toque.

A ideia é que o aparelho autoligado permita que forças leves e constantes atuem nos dentes, exercendo menos pressão. O resultado disso é um tratamento mais confortável e rápido e, ao mesmo tempo, menos dolorido.

Quando ele é recomendado?

Aparelho autoligado

O tratamento com aparelho autoligado é indicado para pacientes com dentes desalinhados, mordida cruzada ou peças dentárias fora do lugar correto.

Vale lembrar que esse tipo de aparelho tem um desempenho melhor do que os convencionais, principalmente nas etapas de alinhamento e nivelamento. 

Isso porque eles possibilitam que a movimentação seja feita mais rapidamente e também com uma amplitude maior.

Quais são os principais tipos existentes no mercado?

Existem três categorias de aparelho autoligado no mercado: os passivos, os ativos e os interativos. 

O fechamento do braquete dos aparelhos autoligados passivos não fazem tanta pressão no arco-ortodôntico. Isso faz com que eles tenham um desempenho melhor na movimentação, rotação e inclinação dos dentes.

Já nos aparelhos ativos, a rotação é um pouco mais acentuada. Nos interativos, por sua vez, são reunidas características das outras duas modalidades.

A escolha pelo tipo de aparelho autoligado a ser utilizado deve ser feita pelo dentista, de acordo com as condições de cada paciente. Para alguns tratamentos pode ser recomendada a versão ativa e para outros a passiva, por exemplo.

Quais são as vantagens do aparelho autoligado?

São diversas as vantagens do aparelho autoligado para os pacientes que desejam melhorar o sorriso. Veja, a seguir, as principais delas!

Conforto e higiene

O aparelho autoligado causa menos feridas na boca do paciente. Assim, se evitam problemas como o surgimento de aftas e a mastigação é melhorada, facilitando a digestão dos alimentos.

A higiene também é melhorada, tendo em vista que se acumulam menos restos de comida no aparelho. A limpeza e a higienização da boca fica facilitada, dificultando o surgimento de cáries e incômodos como o mau hálito.

Menor tempo de tratamento

Com o aparelho autoligado, o tempo de tratamento é menor. Isso porque a estrutura dá estabilidade aos dentes e a correção do sorriso começa de forma imediata.

O número de consultas, portanto, diminui e o paciente terá o seu sorriso muito mais rapidamente, desde que mantenha todos os cuidados sugeridos pelo dentista.

Redução da dor

Esse tipo de aparelho também faz com que o paciente sinta menos dor durante o tratamento. Isso acontece porque não são utilizadas as borrachinhas, que fazem muita força sobre os dentes, causando o incômodo.

Sem dúvida, esse é um dos principais benefícios do uso do aparelho autoligado, tendo em vista que muitas pessoas desistem do tratamento devido às dores causadas.

Discrição 

Os aparelhos autoligados são bem mais discretos, tendo em vista que as borrachinhas coloridas não são utilizadas. 

O uso desse tipo de aparelho não deixa os pacientes adultos com aquele visual de adolescente, por exemplo.

Que cuidados devem ser tidos ao usar o aparelho autoligado?

Em relação a cuidados, a única coisa que deve ser feita pelo paciente é caprichar na higiene bucal. É necessário escovar os dentes após as refeições e não deixar de usar o fio dental.

Conforme a duração do tratamento, é recomendado fazer limpeza nos dentes no consultório do dentista. Isso porque o aparelho pode dificultar a higienização e ocorrer uma maior proliferação de tártaros.

Também devem ser evitados alimentos muito duros, como a maçã. Se desejar comer essa fruta, por exemplo, use uma faca e corte em pedaços pequenos, em vez de dar uma dentada com força para cortá-la.

Quanto tempo dura o tratamento com o aparelho ortodôntico?

O tempo de tratamento varia muito, de acordo com cada caso. Para pessoas que somente precisam fechar espaços entre os dentes, por exemplo, é necessário ficar menos tempo com o aparelho.

Agora, se for necessário corrigir males mais complexos, como desencavalento dos dentes ou mordida cruzada, é preciso um tratamento mais longo. Tudo isso deve ser visto com o seu cirurgião-dentista.

Foram esclarecidas as suas dúvidas sobre o aparelho autoligado? Então, caso queira fazer um tratamento desse tipo, agende uma consulta com o seu dentista e peça uma avaliação.

Outra opção para melhorar o sorriso é o uso do aparelho invisível. Temos um artigo que explica tudo sobre ele. Acesse agora mesmo e confira!

Seja um Dentista Parceiro!

TALVEZ VOCÊ GOSTE TAMBÉM

Deixe um comentário