O que são biomodelos na Odontologia e quais são as suas aplicações?

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter

A Radiologia Odontológica tem se desenvolvido a passos largos nos últimos anos. Cada vez mais recursos surgem e podem ser usados nas rotinas diárias dos consultórios odontológicos. Entre eles estão os biomodelos da Odontologia, algo que vem facilitando na realização de inúmeros procedimentos.

Por se tratar de algo relativamente novo, é comum que alguns dentistas e pacientes ainda não conheçam muito sobre o uso dos biomodelos na Odontologia. Preparamos este artigo, portanto, para explicar as questões mais básicas sobre esse assunto. Vamos lá?

O que são biomodelos na Odontologia?

Biomodelos, na Odontologia, é o nome dado para as réplicas impressas em 3D das estruturas anatômicas em tamanho real, tais como ossos, dentes e até mesmo os tecidos moles.

A obtenção dos biomodelos pode ser obtida por meio da conversão do arquivo DICOM da TCFC ou  mesclando os resultados obtidos em tomografias com o escaneamento intraoral.

Como os biomodelos são feitos?

Como explicamos, os biomodelos são feitos a partir da conversão de resultados de exames, como a tomografia computadorizada (TC).

A TC é, inclusive, um dos exames mais utilizados para fabricar biomodelos, tendo em vista que, na maioria dos casos, fornece dados suficientes para que a réplica das estruturas do paciente sejam feitas com sucesso.

Quais são as aplicações de biomodelos na Odontologia? 

bio modelo

 

O uso de biomodelos na Odontologia tem se tornado bastante comum para uma série de procedimentos.

Veja, a seguir, algumas das utilizações desse importante recurso na Odontologia!

Biomodelo dos dentes

O dentista pode fabricar biomodelos apenas dos dentes de seus pacientes. Assim, poderá verificar o posicionamento de cada peça na boca do paciente.

Esse tipo de biomodelo é bastante útil para pacientes com casos de caninos retidos e supranumerários.

Biomodelo de mandíbula completa

Como o próprio nome sugere, nesse tipo de biomodelo, é feita uma cópia fiel ao volume topográfico do paciente. Isso pode ser impresso em volume único ou com segmentação dentária, o que facilita na simulação de exodontias.

Esse tipo de biomodelo também é bem útil para tratar edêntulos totais, principalmente em casos com severa atresia óssea, tendo em vista que o dentista precisa simular a cirurgia previamente.

Biomodelo com janela óssea

O biomodelo com janela óssea é muito usado para que se possa visualizar tridimensionalmente os dentes retidos, bem como para avaliar o posicionamento dos nervos alveolares inferiores.

Nesse tipo de situação, é feita a remoção óssea de um ponto específico do paciente, o que chamamos de janela óssea.

De tal maneira, é possível visualizar terceiros molares inferiores, fazer estudos de implantodontia em mandíbula e localizar dentes supranumerários, por exemplo.

Qual é a relação entre os biomodelos e a prototipagem rápida?

Na Engenharia, o termo protótipo se refere a uma peça que é fabricada a partir das especificações de determinado projeto, tendo como finalidade servir como teste antes de se iniciar a produção industrial.

A Odontologia “roubou” esse termo da Engenharia e usar os chamados protótipos para que os dentistas possam fazer testes antes de realizar procedimentos, como cirurgias, nos pacientes.

A prototipagem odontológica, portanto, serve como meio para que os exames dos pacientes possam ser transformados em imagens tridimensionais que, por sua vez, são transformadas em biomodelos.

Os biomodelos, como explicamos, são usados para uma série de atividades nos consultórios odontológicos.

Essa é, portanto, a relação entre a prototipagem rápida e os biomodelos na Odontologia. Dessa forma, será possível otimizar e melhorar uma série de tratamentos que são feitos nos consultórios odontológicos.

Como fazer a impressão de biomodelos?

Conforme explicamos, os biomodelos reproduzem com exatidão impressionante a anatomia dos pacientes, possibilitando que eles tenham um melhor planejamento para casos cirúrgicos e de implantes odontológicos.

Tal tecnologia reduz o tempo das intervenções cirúrgicas, o que também faz com que os pacientes tenham mais conforto no pós-operatório.

Você deve agora estar se perguntando sobre como fazer a impressão de biomodelos para Odontologia, não é mesmo? A DVI Radiologia Odontológica oferece esse serviço.

Assim sendo, possibilitamos que você use biomodelos na Odontologia com muito mais facilidade. Estamos à disposição para que você conheça o nosso serviço e possa ter bons resultados positivos no seu consultório odontológico.

Quer conhecer mais sobre esse e outros serviços? Então, entre em contato conosco agora mesmo!

Seja um Dentista Parceiro!

TALVEZ VOCÊ GOSTE TAMBÉM

Deixe um comentário