Escovas de dentes baratas são boas? Descubra aqui!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter

Será que as escovas de dentes baratas são boas? Essa é uma dúvida comum na hora de escolher o melhor acessório para a sua higiene bucal.

Afinal, existem diversos modelos de escovas de dentes no mercado, algumas mais baratas e outras bem mais caras.

Logo, é comum bater esse questionamento sempre que você encontra várias escovas à disposição, nas prateleiras dos supermercados e farmácias.

Não se preocupe! Neste artigo, você aprenderá a identificar se as escovas de dentes baratas são boas. Siga a leitura e confira!

Descubra agora se as escovas de dentes baratas são boas

Você já pode economizar um dinheiro quando for comprar os seus artigos de higiene bucal, porque nós podemos afirmar que sim, as escovas de dentes baratas são boas.

Inclusive, alguns modelos mais em conta são até mesmo mais indicados que aqueles que se dizem ultrasofisticados.

Vale lembrar, no entanto, que nem todas as escovas de dentes baratas são boas. Você precisa seguir uma série de critérios quando for escolher esse acessório e o preço não é a única coisa que deve ser observada.

escova-de-dentes-baratas

4 dicas para avaliar a qualidade das escovas de dentes baratas

Preparamos uma série de dicas para que você possa avaliar e decidir se as escovas de dentes baratas são boas ou não. Assim, você evita erros quando for fazer as compras na farmácia ou no supermercado, garantindo uma excelente saúde bucal.

Confira, a seguir, as orientações dos nossos especialistas!

1. Analise as cerdas das escovas

Você pode até pensar que as cerdas das escovas são todas iguais, mas não é bem assim! Existem alguns modelos mais macios e outros duros, por exemplo.

As cerdas são as responsáveis por “varrer” a sujeira dos dentes. Por isso, geralmente, os dentistas recomendam as escovas com tufos mais macios, que ajudam na remoção dos restos de alimentos e acúmulo de placas bacterianas, sem machucar a gengiva ou desgastar o esmalte dos dentes.

Para as pessoas com próteses dentárias, no entanto, o recomendado são as escovas com cerdas mais duras. Isso porque esse tipo de peça precisam ser higienizado com mais vigor.

2. Preste atenção no formato da escova

Também é muito importante que você preste atenção no formato da escova, para escolher uma opção que esteja adequada com o que você necessita.

As escovas com a cabeça pequena e mais arredondada, por exemplo, são recomendadas para pessoas que não arrancaram os sisos ou têm abertura da boca limitada.

A ideia é que a escova alcance todas as áreas da boca, garantindo a higienização completa em todos os dentes.

Porém, se o seu sorriso não tem nenhuma exceção, pode escolher uma escova com a cabeça maior, sem o menor problema.

3. Verifique a necessidade de usar uma escova de dente especial

Para determinadas situações, pode ser recomendado o uso de uma escova de dentes especial.

É o caso, por exemplo, de pessoas que estão usando aparelho nos dentes. Nesse caso, você pode optar pela escova de dentes ortodôntica, que tem as cerdas com um formato em V.

Esse tipo de escova de dentes é muito boa para eliminar as sujeiras que ficam entre os bráquetes e os fios de aço do aparelho. No entanto, não costumam ser tão baratas como os modelos comuns.

Outra opção um pouco mais cara, mas que pode ser considerada, são as escovas elétricas. Esse modelo ajuda na hora da escovação e é recomendado, principalmente, para idosos, crianças e pessoas com dificuldade para movimentação.

4. Peça uma orientação para o seu dentista

Se você perceber que está com dificuldades para verificar se as escovas de dentes baratas são boas, vale a pena pedir ajuda ao seu dentista.

O profissional saberá explicar quais modelos são os mais indicados para o seu caso. Assim, você poderá comprar escovas de qualidade, considerando também o preço, que não precisa ser muito alto.

Agora você já sabe que existem sim escovas de dentes baratas boas e eficientes. Porém, você precisa saber escolher, de acordo com a sua necessidade, independentemente do preço do acessório.

Gostou deste conteúdo e quer receber mais dicas interessantes sobre saúde bucal no seu e-mail? Então, se inscreva agora mesmo na nossa newsletter!

Seja um Dentista Parceiro!

TALVEZ VOCÊ GOSTE TAMBÉM

Deixe um comentário