Estudo apresenta a aplicação da nanotecnologia na Odontologia

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter

A prática odontológica contemporânea apresenta desafios importantes para oferecer melhores soluções terapêuticas para os pacientes. Entre elas está a inclusão da nanotecnologia na Odontologia.

O que antes parecia coisa de filme de ficção científica, cada vez mais está se tornando uma realidade! O uso dos recursos de nanotecnologia na Odontologia estão cada vez mais presentes e são uma tendência para os próximos anos.

Esse assunto foi tema de um estudo realizado por Héctor Ramón Martínez, Hernán Marcos Abdala, Emmanuel Treviño, Gabriela Garza, Alfonso Pozas e Gerardo Rivera, pesquisadores da Universidade de Monterrey, do México.

Veja, a seguir, um resumo sobre as considerações que os pesquisadores mexicanos chegaram sobre a aplicação da nanotecnologia na Odontologia.

Confira um cronograma de eventos que marcaram o surgimento da nanotecnologia na Odontologia

O prefixo “nano” vem do grego e significa “anão”. Assim sendo, a palavra nanociência é geralmente usada para se referir ao estudo dos fenômenos e ao manuseio da matéria em escala nanométrica (um nanômetro é um milionésimo de um milímetro; um nano = 0,000000001).

O termo nanotecnologia, por sua vez, é responsável pelo estudo, criação, design, síntese, identificação, manipulação e aplicação de materiais, dispositivos e sistemas por meio do controle da matéria em dimensões próximas da faixa de 1-100 nanômetros, bem como a exploração de fenômenos e propriedades da matéria nessa escala. 

Para compreender melhor sobre a aplicação da nanotecnologia na Odontologia, os pesquisadores da Universidade de Monterrey iniciaram fazendo um cronograma de eventos que marcaram o surgimento dessa tecnologia.

Os principais eventos que marcaram o surgimento da nanotecnologia são os seguintes:

  • Em 1959, Richard Feynman foi o primeiro a se referir às possibilidades da nanociência, em um discurso feito no California Institute of Technology.
  • Em 1980, o cientista Eric Drexler cunhou o termo nanotecnologia.
  • Em 1986, Gerd Binning e Heinrich Rohrer, projetaram e fabricaram o microscópio de tunelamento. O equipamento permite visualizar átomos como entidades independentes.

Com todos esses avanços, hoje, os especialistas em Odontologia têm grande interesse em continuar investigando mais sobre as moléculas ou materiais orgânicos chamados biomateriais, que são elementos compatíveis com o corpo humano e usados ​​para construir órgãos artificiais, sistemas de reabilitação, próteses ou para substituir tecidos danificados.

Da mesma forma, os dentistas buscam implementar a aplicação de métodos e técnicas nanotecnológicas para encontrar alternativas terapêuticas, como a criação de estruturas nano-projetadas para a liberação de medicamentos.

Veja as principais aplicações e perspectivas futuras da nanotecnologia na Odontologia

nanotecnologia na odontologia

As aplicações da nanotecnologia na Odontologia, de acordo com o estudo que estamos referenciando, são diversas. Observe, a seguir, algumas das principais!

Transporte de medicamentos

Estão sendo desenvolvidos dispositivos que são capazes de se mover através dos líquidos, como o sangue do corpo humano.

A ideia é que o paciente ingira ou tenha esses dispositivos injetados no corpo, para que as drogas sejam liberadas de tempo em tempo, de forma programada.

Esse tipo de tratamento tende a ser bastante recomendado em pacientes que apresentam quadros de dor crônica e precisam ser tratados constantemente com analgésicos, por exemplo.

Alternativa para obturações dentárias

Existem aplicações específicas como as nanopartículas de prata que são utilizadas como uma alternativa mais segura para obturações dentárias por terem propriedades antidesgaste, antifúngicas e antibacterianas.

De tal maneira, a nanotecnologia na Odontologia deverá ser bastante utilizada no tratamento de cáries e outras doenças odontológicas que exigem obturações.

Regeneração do tecido nervoso

Na Ortodontia, estão sendo aplicadas nanopartículas que controlam a sinalização da dor e que aumentam a ramificação das terminações nervosas por meio de nanoesferas que contêm fatores de crescimento que favorecem a regeneração do tecido nervoso.

Assim, a correção da posição dos dentes e outros ossos da estrutura da face poderá ser feita de forma mais eficiente e sem que o paciente sinta tanta dor.

Criação de implantes inteligentes

Na implantologia, deverá se tornar popular a introdução de um biomaterial conhecido como nanobone, que simula a estrutura e composição do osso. 

Além disso, estão sendo criados implantes inteligentes, pois são capazes de identificar o tipo de tecido que se forma sobre eles, para liberar fatores de crescimento, quando necessários para promover o crescimento e desenvolvimento dos tecidos.

Cura da hipersensibilidade da retina

A hipersensibilidade da dentina é causada por mudanças na pressão hidrodinâmica transmitida à polpa. E, como os túbulos dos dentes sensíveis são oito vezes mais abundantes e seu diâmetro é o dobro, se comparados aos túbulos dos dentes não sensíveis, 25 nanorrobôs seriam capazes para transportar biomateriais específicos para obstruir os túbulos, oferecendo uma cura definitiva para esse problema.

Os nano-materiais de preenchimento serão usados ​​como monômeros de matriz para reconstruções dentárias. Esses compostos diminuem o encolhimento após a polimerização, melhorariam a resistência e a biocompatibilidade.

Dessa forma, os pacientes com sensibilidade nos dentes poderão finalmente deixar de sentir desconforto ao consumir alimentos ou bebidas gelados ou muito quentes, por exemplo.

Os pesquisadores da Universidade de Monterrey concluem a apresentação de sua pesquisa comentando que é imprescindível que a comunidade científica estude mais sobre a nanotecnologia na Odontologia. Apenas assim será possível desenvolver cada vez mais esses recursos e fazer com que eles realmente sejam soluções viáveis para práticas e tratamentos nos consultórios odontológicos.

O que você pensa sobre esse assunto? Será que em breve a nanotecnologia na Odontologia será acessível a todos? Conte para a gente no espaço para comentários!

Seja um Dentista Parceiro!

TALVEZ VOCÊ GOSTE TAMBÉM

Deixe um comentário