O coworking odontológico vai dominar o mundo? Saiba mais!

O coworking odontológico é um modelo de trabalho que está ganhando cada vez mais espaço e adeptos. Para quem está começando na área ou precisa cortar custos ao fazer atendimentos, essa é uma alternativa das mais interessantes.

Esse conceito também começa a ganhar mais espaço em todo o mundo, conforme se desenvolve a cultura do anywhere office, ou seja, do trabalho realizado em qualquer espaço.

Quer saber mais sobre o coworking odontológico e como esse tipo de espaço está relacionado com o futuro da profissão de dentista? Então, prossiga com a leitura!

O que é um coworking odontológico?

Cada vez mais as empresas estão adotando formatos de trabalho remoto e híbrido, de modo que os coworkings, ou seja, escritórios compartilhados, estão se espalhando por todo o Brasil.

De acordo com uma pesquisa feita pela Newmark, divulgada em reportagem da CNN Brasil, só em 2021, os espaços de coworking já somavam mais de 1,6 mil unidades em nosso país.

Assim como acontece em outros setores, o campo da Odontologia também pode se beneficiar dos coworkings.

Nesse sentido, um coworking odontológico nada mais é do que um espaço compartilhado, no qual vários dentistas atuam individualmente em seus pacientes, mas dividindo um mesmo prédio ou salão.

De tal forma, você pode atender em uma clínica e usar toda a infraestrutura necessária, como equipamentos e materiais odontológicos, pagando um valor pré-determinado por horários utilizados.

Assim, não precisa pagar o aluguel de um consultório apenas seu, gastar com equipamentos, decoração, entre outras despesas.

coworking odontológico

Quais são os tipos de coworking odontológico?

Existem diferentes tipos de coworking odontológico em funcionamento. Explicaremos brevemente cada um deles!

Consultório alugado por mês

Nesse modelo, você paga uma mensalidade para o coworking e pode usar o espaço nos horários em que desejar.

Você poderá usar toda a infraestrutura da clínica e contar com uma sala somente sua para fazer os atendimentos. Também terá a liberdade para agendar os horários dos pacientes, de acordo com a sua vontade ou necessidade.

Consultório alugado por período

Os coworkings que oferecem o consultório alugado por período garantem que você defina previamente os dias e horários em que atenderá no espaço.

Vamos supor que você pretende atender apenas nas segundas e quintas-feiras à tarde, tendo em vista que nos outros dias e horários já tem outros trabalhos e compromissos.

Nesse caso, as salas ficam disponíveis para você apenas nesses dias da semana e horários. Nos demais momentos, o consultório e os equipamentos serão usados por outros dentistas, que também utilizam os serviços do coworking.

Vale lembrar que, nesse caso, você paga um valor fixo mensal pelos períodos em que pode usar os consultórios. Não importa se você terá ou não pacientes agendados, pagará o horário cheio.

Consultório pay per use

Na modalidade pay per use, você paga apenas pelo período que usar o consultório. Geralmente, a cobrança é feita por hora.

Vamos supor que, na próxima terça-feira, você atenderá dois pacientes e que cada atendimento tem duração de uma hora.

Nesse exemplo, você pagará o valor equivalente a duas horas do aluguel do espaço. A única coisa que deve ser feita é informar os horários em que atenderá antecipadamente.

De tal forma, a equipe do coworking odontológico poderá encontrar uma sala para você atender e organizar todos os equipamentos e materiais necessários.

Que vantagens e desvantagens esse tipo de ambiente oferece?

Optar pelos coworkings odontológicos é uma excelente alternativa, principalmente, para os dentistas iniciantes ou recém-formados, que ainda não têm condições de investir em um consultório próprio.

Além disso, também é uma boa opção para quem está passando por um período limitado em uma cidade, como quando você se muda para cursar um mestrado ou doutorado, por exemplo.

A principal vantagem, sem dúvida, é a redução de custos. Afinal, você não precisará pagar aluguel, condomínio, contas de água, energia e internet.

Também não é preciso mais se preocupar com a compra de materiais e equipamentos odontológicos, tampouco com as suas manutenções. Tudo isso é de responsabilidade da equipe diretiva do coworking.

Como desvantagem, está a ausência de um espaço exclusivo para receber os seus clientes. Você também não terá liberdade para decorar a sala como quiser, tendo em vista que ela poderá ser ocupada também por outros profissionais.

Como transformar um consultório em coworking odontológico?

Para os dentistas que já têm um consultório próprio, mas não o utilizam em todos os dias e horários, há a alternativa de transformar o espaço em um coworking odontológico.

Dessa forma, você pode disponibilizar os espaços da sua clínica para que outros profissionais prestem atendimentos. Com o valor pago por eles, você faz uma renda extra e aumenta a receita financeira no seu negócio.

O único cuidado que deve ser tido é em relação às regras do seu condomínio, no que se refere a locação e sublocação de espaços. Vale a pena ter uma conversa com o síndico ou com a administradora, antes de começar a oferecer esse serviço.

Gostou de saber mais sobre os espaços de coworking odontológico? Sem dúvida, essa é uma boa alternativa para vários profissionais.

Além disso, você sabia que também é possível terceirizar os exames radiológicos de seu consultório odontológico? Quer saber como? Conheça a DVI Radiologia e ganhe mais qualidade e liberdade financeira nos seus serviços!

Seja um Dentista Parceiro!

TALVEZ VOCÊ GOSTE TAMBÉM

Deixe um comentário