Quando o dentista leva a fama de vilão

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter

A relação entre o dentista e o paciente começa sempre no início de algum tratamento, e quando isso acontece, também ocorre a relação entre consumidor e prestador de serviço.

Existe uma regra básica, mas que nem sempre é seguida!

A criação de um contrato antes da realização de um tratamento é indispensável.

Existem alguns pontos que devem constar nesse contrato:

Dados do paciente e dentista;

Objetivos de tratamento;

Valor e forma de pagamento;

Obrigações do paciente. (ser pontual, desmarcar a consulta com antecedência, seguir orientações do dentista);

Garantias e Obrigações do dentista (Técnicas utilizadas, e qualidade dos materiais)

Duração do tratamento;

Rescisão (É importante ressaltar sobre a cobrança em caso de abandono do paciente, ressaltar também sobre as faltas consecutivas ou ausência sem justificativa por mais de 45 dias;

O Dentista deverá ler e explicar o contrato no momento da assinatura, assim o relacionamento será o mais transparente possível, possibilitando vantagens para ambos. O sucesso dos tratamentos também depende de uma boa comunicação e relação entre Dentista e paciente.

Aproveite as nossas dicas para elaborar o seu contrato!

Conheça os 7 passos para a Odontologia Digital

TALVEZ VOCÊ GOSTE TAMBÉM

Deixe uma resposta

Fechar Menu
×
×

Carrinho

DENTISTA SUAS REQUISIÇÕES ACABARAM?

Preencha o formulário abaixo:

Dentista solicite uma visita

Um representante entrará em contato para agendar uma visita.