Como está o mercado de trabalho para odontologia?

O mercado de trabalho para odontologia nunca fica estagnado, o que costuma variar são as áreas mais promissoras de cada época.

Atualmente, para sair na frente no mercado de trabalho — e isso vale tanto para quem está se formando quanto para quem já é formado — ter uma especialização é fundamental, agrega muito valor à carreira do dentista.

Isso porque, segundo o Conselho Federal de Odontologia, existem mais de 270 mil cirurgiões-dentistas no Brasil. Esse número expressivo faz com que o mercado seja considerado saturado por especialistas, especializar-se tornou-se uma necessidade.

Neste post, abordaremos as áreas mais promissoras, como a radiologia odontológica, por exemplo. Também mostraremos algumas opções de onde aplicar o que foi aprendido na especialização. Confira!

Especializações em alta no mercado de trabalho para odontologia

Radiologia odontológica e Imaginologia

A procura pela especialização em radiologia odontológica vem crescendo no mercado de trabalho para odontologia. Isso porque, as clínicas de radiologia estão em ascensão.

Por meio de equipamentos de última geração e muito sofisticados, o profissional consegue entender, com muita precisão, o que se passa na boca do paciente sem precisar fazer uma intervenção cirúrgica.

As imagens obtidas contemplam a radiografia tradicional, ultrassonografia, tomografia, ressonância magnética, entre outras.

Ao especializar-se, o cirurgião dentista estará capacitado a:

  • aplicar técnicas radiográficas dentro e fora da boca;
  • interpretar a anatomia e as doenças do complexo maxilo-mandibular e dos dentes em diferentes tipos de exames de imagem;
  • empregar softwares voltados para a emissão de laudos de imagens das estruturas da boca, da face e anexas para encontrar um diagnóstico;
  • planejar e tomar decisões nas demais especialidades da odontologia.

Como está o mercado de trabalho para odontologia?

Odontologia Hospitalar

Os estudos e as experiências em hospitais demonstram que a inserção do dentista na equipe multiprofissional que presta atendimento ao paciente internado contribui para diminuir:

  • o tempo de internação;
  • a quantidade de prescrição de medicamentos;
  • a indicação de nutrição parenteral periférica;
  • Além de melhorar a qualidade de vida do paciente que está sob cuidados hospitalares.

Odontologia estética

A odontologia estética cresce a cada dia. Por conhecerem a anatomia facial como nenhum outro profissional, os dentistas são cada vez mais procurados para realizarem procedimentos estéticos.

Assim, especializar-se nesta área possibilita maior capacitação e know how por parte do profissional. Com isso, a qualidade no atendimento e o reconhecimento por parte dos pacientes e dos colegas de profissão pode aumentar exponencialmente.

Os cursos de especialização são direcionados para a integração dente-face, sempre analisando os aspectos funcionais aliados aos estéticos.

Dessa forma, abre-se uma nova vertente no mercado de trabalho para odontologia, com a aplicação de técnicas extra orais (fora da boca), para a completa harmonização da face.

Implantodontia

Da mesma forma que a área de estética, a implantodontia continua em expansão, além de ser objeto de vários estudos em universidades e em centros de pesquisa nacional e internacional.

Com isso, técnicas modernas de implantodontia estão sendo difundidas entre os profissionais, e o sucesso do procedimento fez aumentar a procura pelo tratamento, que está se tornando mais acessível para os pacientes nos consultórios.

Reconstrução óssea

Quem se especializa nessa área, poderá fazer a reconstrução óssea da arcada dentária e do complexo buco-maxilo-facial. Aumentar a altura e espessura dessas áreas é uma das atribuições desse profissional.

Esse profissional costuma atuar em conjunto com o implantodontista.

Engenharia genética

Em um futuro ainda um pouco distante, a engenharia genética possibilitará novas maneiras de tratar os dentes. Existe a possibilidade de retirar uma célula embrionária e alterar seu material genético.

Essa célula será cultivada e, com isso, ela poderá se desenvolver até formar um novo dente, e, este, substituirá o órgão dental que estava ausente. Este será, com certeza, o futuro da reconstrução dos sorrisos.

Locais onde o dentista pode atuar no mercado de trabalho odontológico

Clínicas

Trabalhar em uma clínica de outra pessoa é uma boa maneira de recém-formados em odontologia entrarem para o mercado de trabalho para odontologia.

Mas alguns profissionais com anos de profissão também preferem essa maneira de atuar por não requerer certas responsabilidades (como a gestão, por exemplo). Além disso, o profissional não arcará com os investimentos necessários para montar um consultório próprio.

Contudo, o dentista que trabalha na clínica de outra pessoa, sempre dependerá de ser contratado, ou seja, precisa manter um currículo atualizado e se reciclar constantemente.

Consultório próprio

Se optar por trabalhar por conta própria, o dentista pode abrir um consultório próprio, atuando como autônomo ou montará uma clínica, concebendo uma empresa.

Com isso, há uma possibilidade bem maior de obter bons retornos financeiros, o que depende da capacidade de atendimento e gestão do dentista, bem como de conhecimento de finanças. Além disso, fazer os próprios horários é um outro forte atrativo para os profissionais.

Empregos públicos

Um emprego público é uma excelente oportunidade para os dentistas recém-formados, como também para os que almejam ter mais estabilidade e segurança no emprego e na carreira em si.

No setor público, há oportunidades no Sistema único de Saúde (SUS), em programas Federais, como o Brasil Sorridente, nas secretarias estaduais da saúde, e também nos postos de saúde e nas prefeituras.

Montar uma franquia odontológica

Outra ótima opção que cresce exponencialmente no mercado de trabalho de trabalho para odontologia é abrir uma franquia odontológica, como uma franquia de radiologia, por exemplo.

Esse tipo de empreendimento apresenta ótimo faturamento e possui expressão muito positiva no mercado. Ao empreender nessa área, o profissional do ramo da odontologia terá uma grande vantagem: contar com o apoio total da franqueadora, bem como com a toda a sua infraestrutura.

Assim, se você é um dentista e, como a maioria, não possui muitos conhecimentos sobre contas e operações financeiras e deseja investir nesse modelo de negócio, saiba que o franqueado oferece todo o suporte e treinamento necessários.

Outro ponto a favor da franquia é ser um negócio de menor risco e maior lucratividade no mercado de trabalho de trabalho para odontologia. Isso é devido ao reconhecimento da marca por seus pacientes e fornecedores.

O franqueado ainda conta com o auxílio do franqueador para fazer um plano de marketing estratégico, escolher o local ideal para abrir a franquia, entre outras questões.

Os recém-formados que montam uma franquia, têm a grande vantagem de poder se tornar referência no mercado de trabalho para odontologia muito antes do que se empreendesse por conta própria. Com isso, sua clientela será conquistada com muito mais facilidade.

Finalizamos informando que o cirurgião-dentista precisa acompanhar as tendências da sua área para não ficar para trás. No mercado de trabalho para dentistas, ele competirá com muitos profissionais, portanto, para se destacar e oferecer um serviço com qualidade e que apresente um diferencial é preciso se especializar e se reciclar.

E então, se sente preparado para entrar no atraente e desafiante mercado de trabalho para odontologia? Comente suas experiências abaixo!

Gostou dessa matéria? Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhe no Facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhe no Twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhe no Linkdin
Compartilhar no pinterest
Compartilhe no Pinterest

Deixe um comentário

Fechar Menu

Dentista solicite uma visita

Um representante entrará em contato para agendar uma visita.

DENTISTA SUAS REQUISIÇÕES ACABARAM?

Preencha o formulário abaixo: