Conheça as 7 doenças na gengiva mais comuns

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter

Ter um sorriso bonito é algo desejado por praticamente todas as pessoas. Afinal, os dentes brancos e alinhados são um grande cartão de visita. Porém, além da estética, visitar o dentista frequentemente é importante para diagnosticar problemas bucais, como as doenças na gengiva.

Ficar sempre atento a essa parte da boca é importante, tendo em vista que os problemas na gengiva podem significar outros problemas graves. O dentista é o profissional que deve ser sempre consultado quando você pensar que está com alterações nessa área.

Ele poderá fazer diagnósticos, dar orientações ou fazer encaminhamentos para médicos especialistas, caso julgar necessário.

Veja agora quais são as 7 doenças na gengiva mais comuns

doenças na gengiva

A seguir, apresentaremos as principais doenças na gengiva. Acompanhe e veja como ficar alerta aos sinais dessa parte do corpo é importante!

1. Gengivite

A gengivite é uma inflamação da gengiva, que pode comprometer um ou mais dentes. Geralmente, ela é causada pela presença de placa bacteriana aderente ao sulco gengival.

Na maioria dos casos, o paciente percebe que está com gengivite ao fazer a sua higiene bucal. Isso porque a gengiva fica inflamada e sangra facilmente quando entra em contato com a escova de dentes e o fio dental.

Para evitar a gengivite, é importante que se tenha uma higiene bucal adequada, realizando a escovação e o uso do fio dental após as refeições. 

Também é necessário visitar o dentista, pelo menos uma vez a cada seis meses, para fazer uma limpeza profissional e remover as placas bacterianas que se instalam em parte de difícil acesso.

Para tratar a doença, o dentista pode receitar alguns medicamentos tópicos, como pomadas e enxaguantes bucais.

2. Periodontite

A periodontite é uma doença na gengiva que surge quando a gengivite não é tratada precocemente. Trata-se de uma infecção bacteriana dos tecidos, ligamentos e ossos específicos que envolvem e sustentam os dentes.

Caso a periodontite não seja tratada rapidamente, ela pode evoluir de forma progressiva e irreversível, levando a perda permanente dos dentes.

O tratamento da periodontite consiste em uma profilaxia dental minuciosa e o uso de medicamentos anti-inflamatórios e antibióticos, de acordo com a gravidade de cada caso. O uso de enxaguante bucal também é recomendado.

3. Endocardite bacteriana

A endocardite bacteriana é uma doença infecciosa que afeta o endocárdio, que é o revestimento interno do coração. A patologia é bastante grave e, se não for devidamente tratada, pode levar até mesmo à morte.

Apesar de ocorrer no coração, essa patologia faz parte do grupo de doenças na gengiva. Isso porque ela ocorre quando a gengivite e a periodontite não são tratadas. 

Dessa forma, as bactérias presentes na boca caem na corrente sanguínea e são levadas até o coração.

O diagnóstico da endocardite bacteriana deve ser feito pelo médico cardiologista. É somente ele que também pode propor um tratamento, à base de medicamentos antibióticos.

4. Sífilis

A sífilis é uma infecção sexualmente transmissível que também se enquadra no grupo de doenças na gengiva. 

Isso porque um dos principais sintomas da sífilis é o surgimento de placas vermelhas e úlceras na gengiva.

Para evitar a sífilis é preciso usar preservativos ao ter relações sexuais. Já o tratamento é feito com remédios à base de penicilina, um antibiótico que é eficiente no combate à bactéria causadora da doença.

5. Leucemia

A leucemia é um tipo de câncer, que se inicia na medula óssea e afeta as células do sangue. Entre os primeiros sintomas que a doença causa está o inchaço na gengiva, que causa sangramentos espontâneos e sem nenhuma razão aparente.

O tratamento para leucemia depende muito de cada caso e deve ser sempre orientado pelo médico oncologista ou hematologista. Esses profissionais podem sugerir a quimioterapia, a radioterapia e o transplante de células-tronco, por exemplo.

6. AIDS

Entre as doenças na gengiva também está a AIDS. Provocada pelo vírus HIV, essa patologia sexualmente transmissível danifica o sistema imunológico e interfere nas habilidades que o organismo têm de lutar contra outras infecções.

Um dos primeiros sintomas da AIDS são as  inflamações na gengiva. Junto a isso podem aparecer outras lesões, como aftas na boca e placas brancas na língua.

Infelizmente, ainda não existe uma cura para a AIDS. Por isso, a pessoa que tem essa doença deve fazer o uso contínuo de medicamentos antirretrovirais, que são coquetéis que aumentam a sobrevida dos soropositivos.

7. Diabetes

A inflamação nas gengivas também é um sintoma comum para o diabetes. Essa doença é uma síndrome metabólica que acontece pela falta de insulina no sangue, que ocasiona um aumento descontrolado da glicose no organismo.

Para controlar o diabetes, as pessoas com essa patologia precisam fazer tratamentos com medicamentos de uso oral ou injetável, de acordo com a gravidade de cada caso. 

É bem provável que os médicos também orientem para que seja realizada uma dieta com restrições a determinados tipos de alimentos, como os doces e os carboidratos.

Apresentamos aqui as  doenças na gengiva mais comuns. Lembre-se de ficar sempre atento aos sinais e sintomas ao fazer a sua higiene bucal. Caso desconfie de algo, não deixe de procurar o dentista. 

Quanto antes for feito o diagnóstico e o tratamento, mais fácil será de curar as doenças na gengiva e evitar que elas avancem e causem problemas de saúde mais graves.

Gostou deste conteúdo e quer receber mais dicas para manter a sua saúde bucal sempre em dia? Então, assine agora mesmo a nossa newsletter! Assim, sempre enviaremos as nossas novas publicações para você!

Seja um Dentista Parceiro!

TALVEZ VOCÊ GOSTE TAMBÉM

Deixe um comentário